Acesso é Para Todos

1/7/2016

 

Ao longo da vida enfrentamos dificuldades de acesso e mobilidade. Quando criança os obstáculos servem como apoio para traçarmos os novos caminhos, mas com o passar dos anos, essas mesmas bases de sustentação se tornam fatores que impossibilitam nossa locomoção. Uma calçada com inclinações erradas, desníveis muito elevados e pavimentações fora dos padrões, se tornam grandes transtornos para cadeirantes, idosos, gestantes e tantos outros que mereçam uma atenção especial.

 

A falta de padronização de calçadas é uma das principais preocupações para locomoção de pessoas com necessidades especiais. Os projetos inclusivos transmitem segurança para aqueles que necessitam: idosos, cadeirantes, deficientes visuais e tantos outros com mobilidade reduzida. As rampas de acesso, projetadas conforme as normas necessárias, atendem aos que não conseguem acessar com grande facilidade os lugares com escadas. Os pisos com textura - piso tátil - guiam os deficientes visuais e lhes transmitem segurança em percursos que venham a possuir obstáculos. O rebaixamento de calçadas facilita o caminho seguro do cadeirante.

 

Esses são pequenos exemplos para tornar os caminhos mais acessíveis para pessoas com necessidades especiais.

 

A sociedade precisa integrar e cuidar cada dia mais para que a mobilidade seja acessível a todos, para que se sintam ainda mais incluídos no nosso convívio, Independente da sua dificuldade locomotora. A acessibilidade hoje é uma preocupação real e já vem sendo implantada por todos em seus projetos.

 

O Nau - Núcleo de Arquitetos e Urbanistas do Oeste da Bahia - informa e busca a melhoria para todos os moradores das nossas cidades de atuação, selecionando problemas do dia a dia e buscando soluções que atendam todas as necessidades.

Please reload

Núcleo de Arquitetos e Urbanistas do Oeste Baiano 2015. Todos os direitos reservados.